Residências desenvolvidas com o conceito aberto em mente são, na verdade, muito simples de se entender, pense o seguinte, você tem um projeto arquitetônico e tem a vontade de comunicar mais os ambientes de forma que a casa tenha um sentimento de fluidez e até aparente maior por isso, logo você já está dentro da definição do que é um projeto arquitetônico de conceito aberto! Maximizando a circulação, ou seja, eliminando do projeto pronto todas as paredes possíveis, tornamos a comunicação de cozinhas, cozinhas gourmet, áreas de lazer, sala de estar, piscina e outros ambientes sociais algo fluido e agradável.

Este conceito, no entanto, não é muito comum para quartos e suítes, pois este espaço da residência visa preservar a privacidade e a individualidade e, portanto, não o utilizamos nessa área do nosso projeto arquitetônico, dando conforto e privacidade aos habitantes da casa.

Indo mais a fundo, o conceito aberto não é somente um detalhe arquitetônico de eliminar paredes e corredores da planta pronta, mas também tem relação com o sentimento promovido e a sensação de um ambiente integrado, dando a impressão de um espaço maior e uma interação fluida entre os moradores, onde todos os que estarão presentes na casa possam, nas áreas de convívio múltiplo, comunicar-se e interagir de forma instantânea, com visão desobstruída, isso elimina a sensação de “confinamento” que paredes e corredores podem proporcionar ao ambiente, quando muito isolados.

E não só a interação humana, o conceito aberto permite, por exemplo, que você cozinhe e assista televisão da sua sala, ou faça um churrasco na área gourmet e possa ver seus filhos brincando na piscina ou na sala de estar, você, com certeza, sentirá tudo e todos no ambiente e é essa a magia proporcionada pelo conceito aberto.

Nós da ArchShop possuímos vários projetos com plantas de casas com conceito aberto planejado e desenvolvido, clique aqui e veja agora mesmo tudo na nossa página de projetos! E caso você queira ver a planta referente a foto desta reportagem, a planta da casa New York, clique aqui!

Comentários: