Apareceu a primeira vez nos lofts de Nova York, a partir da desocupação dos galpões industriais do centro da cidade. Entre as décadas de 50-70, quando a população começou a escolher galpões, fabricas e garagens para se tornar o seu novo lar.

O que antes era um ambiente cheio de máquinas e circulação, se tornou um ambiente totalmente inovador, espaçoso, dinâmico e simplesmente encantador para quem gosta de algo mais despojado.

O que mais marca na parte da estrutura é a ausência ou redução de paredes e no caso dos lofts, o mezanino fica responsável por separar os ambientes sociais dos privativos-não tão privados assim.

Tubulação elétrica e hidráulica aparente, Tijolos e Paredes descascadas, móveis em metal criam um ambiente totalmente industrial, porém frio.

A proposta é adicionar materiais que criem contraste e componham o ambiente.

Mobiliário rústico e tapetes podem ser uma boa opção para quebrar a seriedade do ambiente e deixar mais confortável sem perder a pegada urbana.

Para quem não gosta tanto de tijolo aparente a sugestão é o Revestimento cimentício, que além de resistente, pode ser aplicado no piso e paredes em áreas internas e externas.

Gostou desse post? Fique ligado em nossas atualizações, e se inscreva na nossa News Letter a baixo para acompanhar toda sexta-feira um lançamento da ArchShop, sua loja de arquitetura na internet.

Comentários: