Perguntas e Respostas Frequentes Sobre Fossa Séptica

Você deve estar procurando como construir uma fossa séptica e chegou em um ponto que tem dúvidas? Fique tranquilo! Aqui vai as respostas pela qual você está procurando:

  • •O que fazer com o esgoto tratado no Biodigestor?

A legislação brasileira oferece sete possibilidades para o descarte do efluente final:

  • •vala de infiltração;
  • •canteiro de infiltração/ evapotranspiração;
  • •galeria de água pluviais;
  • •corpos d’água;
  • •sumidouro;
  • •reuso;
  • •ligar na rede coletora de esgoto.

Quem determina qual das sete possibilidades será usada é o Órgão Ambiental Municipal, pois cada instalação e operação atende as condições específicas da região.

Na ausência do órgão ambiental municipal, deve-se procurar o órgão ambiental estadual ou a prefeitura municipal.

  • •Quais as dimensões do leito de secagem?

A dimensões do leito de secagem variam em cada situação, mas é importante respeitar o volume de volume de 100L (para o modelo 500L/dia) ou 300L (para o modelo 1500L/dia) abaixo do registro da tubulação de descarte de lodo que fica dentro do leito de secagem.

  • •Como ele deve ser construído?

Procure um técnico ou responsável técnico da obra para dimensioná-lo. O leito de secagem deve ser construído com paredes de alvenaria sem revestimento e com fundo de terra aparente ou bruta. É necessário prever também uma tampa de inspeção para o acesso ao lodo estabilizado durante o processo de descarte.

  • •De quanto em quanto tempo devo fazer o descarte de lodo?

A cada um ano ou quando o Biodigestor estiver saturado de lodo. Para realizar o descarte, basta abrir a válvula de descarte.

  • •Como saber quando fechar a válvula de descarte de lodo durante o processo?

Inicialmente sairá um volume de água – com coloração bege – e será liberado uma substância pastosa e escura – com coloração acinzentada – que é o lodo estabilizado. Quanto a água de coloração bege voltar a sair do sistema, interrompa o fluxo fechando o registro.

  • •Posso instalar o Biodigestor acima do solo ou semienterrado?

Não. O Biodigestor deve ser instalado totalmente enterrado, apenas com a tampa para o lado de fora. Caso o local de instalação tenha trânsito de veículos leves, deve conter uma laje de fechamento com tampa de inspeção para manutenção.

  • •Posso ligar a saída do esgoto da cozinha no Biodigestor?

Sim, desde que seja instalada pelo menos uma caixa de gordura, na saída dos esgotos da cozinha que serão lançados no Biodigestor.

  • •Posso lançar produtos de limpeza e/ou desinfetantes diretamente no Biodigestor?

Não. Os produtos prejudicam a eficiência do Biodigestor, interferindo no processo biológico do tratamento.

  • •Posso mudar a inclinação do tubo de descarte do lodo? E colocar uma curva ou redução?

Não. A mudança da inclinação pode prejudicar o descarte do lodo. Já a inclusão de curva ou redução se tornam pontos de entupimento, já que o lodo é um material pastoso.

  • •Para que serve a tubulação de descompactação?

Essa tubulação serve para desobstruir a entrada da tubulação de descarte de lodo. Durante o processo de descarte, se ao abrir o registro do leito de secagem, o lodo não sair, provavelmente, a entrada da tubulação esteja obstruída. Portanto, retire o CAP da tubulação de descompactação e, com o auxílio de uma haste, faça a descompactação, com devido cuidado para não danificar o produto.

  • •Tenho mais de cinco pessoas na minha residência, como faço para usar o Biodigestor?

Para atender mais de cinco pessoas é possível interligar Biodigestores. A interligação é feita por meio da instalação de uma caixa de passagem, antes dos Biodigestores, direcionando o esgoto, em volumes iguais, para cada Biodigestor. Jamais ligar Biodigestores em série, ou seja, ligar a saída de um Biodigestor na entrada de outro.

  • •O que faço com o lodo após seco, no leito de secagem?

Existem duas possibilidades: a mais comum é descartar em aterros sanitários. Já a outra é neutralizar com cal e utilizado na agricultara como fonte de matéria orgânica e nutrientes para plantas, seguindo as exigências da resolução CONAMA 375/2006.

  • •Posso ingerir o esgoto tratado no Biodigestor?

Não. Mesmo se o efluente tratado no Biodigestor (ou em qualquer tratamento de esgoto) estiver bem clarificado não significa que este líquido seja próprio para ingestão. Portanto, jamais ingerir o esgoto tratado no Biodigestor.

  • •Posso utilizar o biogás produzido no Biodigestor para consumo e geração de energia?

Instalado corretamente e utilizado para tratamento de esgoto doméstico, o Biodigestor não gera biogás suficiente para armazenamento e consumo (seja para geração de energia elétrica ou queima do gás).

GLOSSÁRIO

• Digestão anaeróbia: é considerada como um ecossistema onde diversos grupos de microrganismos trabalham interativamente na conversão da matéria orgânica complexa em metano, gás carbônico, água, gás sulfídrico e amônia, além de novas células bacterianas.

• Esgoto doméstico: água residuária de atividade higiênica e/ou de limpeza.

• Efluente: parcela líquida que sai de qualquer unidade de tratamento.

• Lodo digerido: lodo estabilizado por processo de digestão.

• Reator Anaeróbio: : unidade de fluxo vertical para tratamento de esgotos por processos de digestão anaeróbia.



Espaço Publicitário Google:

Olá, tudo bem? Como posso lhe ajudar?

WhatsappFale conosco no Whatsapp
Close and go back to page

Olá, tudo bem? Como posso lhe ajudar?

WhatsappFale conosco no Whatsapp
Close and go back to page